quarta-feira, 20 de maio de 2015

Tarauacá no seu Tempo


Fruta símbolo de Tarauacá: abacaxi de até 15kg 

Vez por outra encontro um morador de Tarauacá dando depoimentos ou declarações afirmando que nossa cidade não é mais a mesma em alguns aspectos ou setores. Os tempos são outros, as pessoas mudam, os projetos mudam, a cidade muda, as tomadas de decisões tomam caminhos diversos. Tarauacá não é diferente.

Estádio Naborzão em Tarauacá 

Considero relevantes as declarações. Nosso município não tem crescido nos últimos tempo tanto quanto se esperava. Quando a Frente Popular assumiu o governo municipal, iniciou o processo de mudança e construção de um Novo Tempo para Tarauacá. No Acre, muito se avançou. O Brasil passa por momentos de desequilíbrio econômico e descrédito político, isso tem contribuído com as circunstâncias atuais.

Poderíamos está vivendo outras oportunidades, potencializando o emprego, o esporte, a cultura, o turismo, etc. As implementações de políticas para o setor e aquecer a economia tem se fragilizado. Contamos apenas com os recursos disponíveis nos contra cheques estadual ou municipal dos servidores.

Festival Indígena 

Estudantes, jovens, índios, empresários, homens e mulheres, têm a esperança de dias melhores. Tarauacá precisa reaquecer seu mercado, fomentar a independência e autonomia financeira aos trabalhadores formais e informais. Entendo que o momento nacional não é bom, mas já era previsto.

Festival de Verão

A Frente Popular está tendo mais uma vez a oportunidade de transformar a vida do povo tarauacaense. Dois Partidos que sempre sonharam em melhorar as condições de vida da população desta cidade, se deparam com as mesmas condições que o tempo não deixou para trás.

A gestão municipal em parceria com outras órgãos buscam ampliar a criação de novos empregos, porém, o crescimento não é proporcional ao número de jovens que entram no mercado de trabalho.


Nas culturas populares, na musica, na literatura e no esporte, Tarauacá sempre se saiu bem. Nossa cidade possui bons talentos. É necessário aproximar o diálogo com os atores e setores, objetivando definir uma agenda conjunta de ações.

Ouvir os que contribuem para o desenvolvimento e as pessoas que virão a usufruir o bem desenvolvido.

Seleção Master de Tarauacá - agosto de 2014

Ainda ha tempo de criar as condições e oferecer um tempo novo para Tarauacá. Neste momento de mudança e esperança, é fundamental que façamos uma reflexão daquilo que queremos para o futuro das próximas gerações.

As grandes mudanças da história foram frutos da decisão popular. Foi assim, na Revolução de 1917 da Rússia, na Revolução Cultural da China, na Revolução Francesa, e também, na Revolução acreana, no Acre. Em Tarauacá não precisamos de uma revolução, precisamos EVOLUIR.

Seleção principal de Tarauacá

Não podemos perder a esperança. Não podemos permitir que o tempo passe sem ver as mudanças necessárias.

Muito se tem feito, mas muito ainda é preciso fazer. Como diz a música, o tempo não para.

Ainda há tempo!



0 comentários: