quarta-feira, 25 de abril de 2012

Reforma do Estádio de Tarauacá: antes









 





 
  






                                               


                                                                                                          
 




 
                             

terça-feira, 17 de abril de 2012

Suplementação no futebol


Uma dieta saudável e suplementação adequada têm por objetivo ajudar o jogador de futebol a suportar um treinamento intenso e melhorar seus resultados com um risco menor de problemas de saúde e lesões (o que poderia ocorrer se ele tentasse melhorar os resultados com treinos mais intensos ainda).

A nutrição adequada não pode compensar a falta de habilidade ou condicionamento físico deficiente de um atleta, mas pode ajudar o jogador a potencializar sua habilidade, rendimento e sucesso. Um atleta bem nutrido rende mais, é mais forte, se recupera mais rápido e consegue melhores resultados.

Antes de ingerir suplementos, um atleta de futebol deve se informar sobre o que não é considerado doping. Na dúvida, o melhor é usar suplementos manipulados ou marcas de total confiança, pois muitos suplementos hoje em dia possuem substâncias ilícitas, principalmente os importados, que muitas vezes prometem milagres!

Confira os suplementos mais utilizados e indicados:
1 - Creatina: Suplemento indicado para treinos pesados. Ela melhora a força, potência e consequentemente o aumento de massa muscular, pois o atleta começa a treinar mais pesado. Quem suplementa creatina deve ingerir mais líquidos durante o dia, pois ela retém água, podendo desidratar e causar cãibras;

2 - Cafeína: A cafeína pode ser usada pelo atleta de futebol, pois melhora a resistência, diminui a fadiga, aumenta queima de gordura e estimula o sistema nervoso central (deixa o atleta acordado e mais concentrado). Dá bons resultados na capacidade de executar sprints;

3 - Bicarbonato: A ingestão de bicarbonato de sódio antes do exercício pode melhorar o desempenho em determinadas situações. Há efeitos positivos quando usado em exercícios intermitentes como o futebol. Altas doses podem provocar vômitos, diarreia e cãibras. Testar durante os treinos para ver qual o efeito que ele oferece individualmente para o atleta;

4 - Proteínas e aminoácidos: As proteínas (whey protein, caseína, albumina, etc.), de forma geral, são usadas para aumentar volume de massa muscular e melhorar a força do atleta. Os aminoácidos (BCAAs, leucina, glutamina, arginina) são usados para dar resistência, proteger o sistema imunológico e realizar manutenção da massa magra;

5 - Antioxidantes: Atletas com treinos intensos e diários, como os futebolistas, necessitam de um aporte extra de antioxidantes, afinal, o excesso de treino aumenta a produção de radicais livres no metabolismo, responsáveis pela deterioração do organismo e morte prematura de células. Os jogadores devem apostar em: vitamina C, vitamina E, zinco e selênio;

6 - Carboidratos: Primordial para atletas de futebol. Os carboidratos são as fontes preferidas de energia ao corpo, então, sua suplementação pré, durante e após treino é obrigatória. Além disso, somente uma alta ingestão de carboidratos garante um bom estoque de glicogênio muscular;

7 - Hipercalóricos: São uma mistura de carboidratos, proteínas e gorduras. Os hipercalóricos podem ser usados por garotos que treinam muito e/ou que possuem metabolismo muito rápido e que não conseguem ganhar peso ou aumentar massa muscular.

Todos os suplementos só devem ser usados sob orientação de um nutricionista esportivo, afinal, somente após uma avaliação é que o atleta saberá as quantidades que deverá ingerir e os horários.

anutricionista.com

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Alimentos antioxidantes e atividade física


 Que o exercício faz bem, todos nós sabemos, né? Porém, você sabia que quando em excesso, além das possíveis lesões, o exercício pode debilitar o nosso organismo? Além disso, a atividade física intensa e/ou vigorosa pode ocasionar ao organismo: inflamação (pois libera substâncias inflamatórias), fadiga crônica e o envelhecimento precoce.
Isso acontece pelo fato do exercício físico gerar mais radicais livres, que, quando em excesso, pode ser tóxico ao nosso organismo. Geralmente os compostos antioxidantes da dieta e enzimas antioxidantes que o nosso corpo produz, suprimem os radicais livres que são produzidos no nosso organismo, porém, em indivíduos que não se alimentam corretamente (possuem uma dieta desequilibrada, rica em gorduras saturadas e trans, em produtos industrializados, sal, açúcar, e pobre em verduras, frutas, legumes e outros nutrientes e compostos), ocorre um desequilíbrio entre a produção de radicais livres e o sistema antioxidante do nosso organismo, gerando o que chamamos de Estresse Oxidativo.

Sendo assim, vemos o quanto é importante a presença de alimentos ricos em antioxidantes na dieta de indivíduos praticantes de atividade física. Abaixo, listo alguns dos alimentos com importante potencial antioxidantes:

1. Chá verde: possui em sua constituição as catequinas que além de agirem como antioxidantes, também previnem a oxidação de outras vitaminas antioxidantes, como a vitamina E. Além disso, aumentam a atividade de enzimas antioxidantes do nosso organismos. Assim, o chá verde pode atuar diminuindo fadiga muscular e aumentando a resistência ao exercício físico.

2. Romã: é uma fruta de cor avermelhada, rica em compostos fenólicos, flavonóides e ácido elágico que lhe confere uma ótima atividade antioxidante, atuando no combate aos radicais livres, que são responsáveis pelo envelhecimento, por lesões de proteínas, lípidios e DNA, entre outros danos aos nosso organismo.

3. Açaí: fonte de vitamina E, fibras, cálcio, magnésio e potássio, este é um fruto de alto potencial antioxidante por ser rico em antocianinas, pertencente à família dos flavonóides e que lhe confere a cor arroxeada característica do açaí.

4. Licopeno: substância que confere a cor avermelhada ao tomate, melancia, beterraba, pimentão e outros alimentos. Trata-se de uma substância que quando absorvida pelo organismo, atua como antioxidante e auxilia no controle e diminuição dos danos causados pelos radicais livres.

5. Morango: fruta que possui em sua composição taninos, glutationa e vitaminas, substâncias antioxidantes que auxiliam aumentando a resistência à infecções (comum em atletas de alto rendimento), favorece a cicatrização, atua na síntese de colágeno e carnitina, e previne as micro-lesões musculares que, por ventura, possam causam prejuízo ao desempenho do atleta.

6. Cacau: possui em sua composição importantes antioxidantes como os flavonóides, procianidinas e epicatequinas, agindo tanto inibindo a ação de enzimas pró-oxidantes, como melhorando o efeito antioxidante de outros nutrientes, como a vitamina E e o betacaroteno.

Diante de tudo o que foi exposto, podemos perceber o quanto uma alimentação bem variada, rica em frutas, verduras e cereais, é importante para os praticantes de atividade física visando evitar uma possível gripe, lesão, envelhecimento precoce e outros danos que podem ser ocasionado pelo excesso de produção de radicais livres. Mas não se esqueça, é importante que procure um nutricionista para que este possa avaliar sua alimentação e adequá-la da melhor forma.

Cromo, Exercício e Composição Corporal
Quando discutimos o exercício e a performance, as questões que sempre vêem à baila esbarram pelo efeito da alimentação e suplementos sobre o ganho de força, a melhora do desempenho, a recuperação e a hipertrofia muscular. O consumo de minerais e sua relação com a performance ainda são subvalorizados pelos praticantes de atividade física e […]

domingo, 15 de abril de 2012

Suplementação para corrida de rua


 
Atualmente o número de pessoas adeptas à corrida de rua aumenta a cada dia. São pessoas que buscam emagrecimento, qualidade de vida, diversão, alívio do estresse, melhora da performance, etc. Independente do objetivo, é importante que os corredores de rua procurem orientação tanto na parte de treinamento (afinal, o treino na rua é mais desgastante e impactante do que na esteira, por exemplo) e na parte da alimentação. Um nutricionista esportivo deverá ser consultado para adequar a dieta e suplementação a esses praticantes ou atletas.

Abaixo listarei alguns dos suplementos mais indicados para a prática de corrida, trazendo benefícios na agilidade, resistência e recuperação muscular. Eles deverão ser usados desde que o plano alimentar já esteja correto. Confira:

1- Hipercalóricos/ Substitutos de refeição
Os hipercalóricos nada mais são do que uma mistura de carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas e minerais, ou seja, muitos deles são considerados substitutos de refeição, por terem todos os nutrientes que precisamos. Eles conseguem aumentar o aporte calórico diário, de forma saudável, possibilitando assim, um balanço energético positivo, necessário aos corredores que possuem um gasto muito elevado. Porém, esse tipo de suplemento não deve ser usado para pessoas que desejam emagrecer, somente para aqueles que não conseguem comer muito e que desejam colocar mais calorias na dieta.

2- Proteínas e aminoácidos
As proteínas (whey protein, caseína, albumina, etc.), de forma geral, são usadas para melhorar a recuperação muscular, ganho de força e produção de energia durante o exercício. Podem ser usadas pré-treino, pós-treino, ao acordar e antes de dormir, lembrando que whey é de absorção rápida e caseína, albumina e soja, de média-lenta absorção. Ao acordar e após o treino a melhor opção são as de digestão rápida e antes do treino e antes de dormir, absorção médio-lenta.
Os aminoácidos (BCAA’s, glutamina, arginina) melhoram a resistência muscular, regeneram o sistema imunológico e realizam manutenção da massa muscular presente (anticatabolismo). Excelentes para a recuperação, muito importante para quem treina todos os dias ou sente muitas dores musculares.

3- Estimulantes
Substâncias estimulantes são muito interessantes para quem deseja melhorar desempenho, foco, agilidade e ainda queimar gorduras em excesso. Os mais indicados são suplementos e/ou fórmulas manipuladas que contenham cafeína, chá verde, inositol, citrus aurantium, taurina, fucus, erva mate, porangaba, etc.

4- Carboidratos
Podem ser usados na forma em pó, líquida ou gel, tanto faz! Todo corredor que se preze deve ter uma dieta e suplementação ricas em carboidratos, afinal, ele é o principal fornecedor de energia. Os suplementos com carboidratos podem ser usados antes, durante e após os treinos.

5- Protetores de articulações
São os suplementos que contém condroitina, glucosamina e MSM. São excelentes para proteger e lubrificar joelhos e tornozelos, muitas vezes lesionados na corrida, então, a ordem é prevenção e alívio de dores já existentes, evitando lesões graves e cirurgias no futuro.

6- Isotônicos/Repositores
Bebidas isotônicas são ótimas para treinos intensos, dias de competição, etc., afinal, além de possuírem carboidratos, que mantém o nível de glicose no sangue e nos depósitos, contém ainda minerais perdidos durante o suor, então elas ajudam a repor líquidos, carboidratos e minerais, prevenindo desidratação, cãibras, tonturas, mal-estar, etc. Também podem ser usados antes, durante e após os treinos e até ao longo do dia também.

Lembrando que cada caso é um caso, então, não necessariamente é necessário o uso de todos os suplementos listados. Para saber quais os melhores para o seu caso, consulte um nutricionista esportivo.

Bons treinos!

Fonte: Anutricionista.com

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Alimentação e atividade física: o que comer antes, durante e após o treino?


Sabe-se que a musculação é o meio mais procurado por aqueles que almejam um corpo malhado e bem definido, porém, algumas vezes os resultados almejados não são alcançados, e este fato deve-se também a uma alimentação inadequada. Uma alimentação correta é capaz de auxiliar os treinos, recuperando o corpo, dando energia durante a atividade e aumentando a massa muscular através do consumo de certos alimentos.

Para que o ganho de massa muscular seja garantido, é necessário um cardápio adequado, contemplando os seguintes nutrientes/alimentos: carboidratos, vegetais, frutas, azeite de oliva e proteínas, consumidos em porções e horários adequados.

Os carboidratos complexos são aqueles com fibras em sua constituição, por exemplo a aveia, o pão integral e o arroz integral. Eles são fonte primária de energia, tem o poder de retardar a fadiga e diminuir o risco de lesões, permitindo assim um treinamento mais intenso e mais consistente. Os carboidratos devem ser consumidos em maior quantidade em relação as proteínas, e prioritariamente antes do treino, porém o seu consumo deve ser também associado à proteína. Esta combinação faz com que o praticante de atividade física evite utilizar a massa magra como fonte de energia, utilizando assim, o carboidrato consumido. Mas atenção: esta dupla (carboidrato e proteína) deve ser consumida por volta de 45 minutos antes de iniciar a atividade física. Esta conduta tem como objetivo evitar possíveis desconfortos gastrointestinais e garantir um treinamento mais eficiente.

Durante o treino a hidratação deve ser contínua. Esta indicação ocorre devido a perda de água e minerais que acontece através da sudorese durante a atividade física. Para os atletas ou aqueles que apresentam treino superior a uma hora é importante que esta hidratação seja feita com bebidas hidroeletrolíticas acrescidas de carboidratos, capazes de repor líquidos e minerais perdidos com o suor e ainda o próprio carboidrato.

Após o treino, o atleta ou praticante de atividade física deve consumir o carboidrato, porém este deve ser de alto índice glicêmico (ex. pão, salgado assado, cereais de milho), para que ocorra uma melhor recuperação do estoque de energia perdido. Além do carboidrato, deve-se consumir também as proteínas, para auxiliar no ganho de massa muscular, assim como reparar as micro lesões musculares adquiridas durante o treino.

É importante que as etapas do pré treino, durante o treino e pós treino sejam contempladas com os nutrientes descritos acima, afinal, a prática de exercício físico isolado não proporcionará bons resultados, como dito anteriormente. Portanto, manter o corpo em movimento associado a uma dieta saudável é o mix ideal para quem deseja não só a questão estética, mas também para aqueles que querem viver bem e com saúde, com benefícios não ó imediatos, como também a longo prazo, garantindo assim, longevidade e claro, uma vida saudável.

Portal da educação fisica

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Prazos de afastamento para quem vai se candidatar


A partir do dia 07 de abril do corrente ano principiam os prazos para a desincompatibilização dos pretensos concorrentes às eleições em 07 de outubro. A desincompatibilização vem a ser o afastamento dos cargos que os pré-candidatos ocupam, sob pena de indeferimento dos seus registros de candidatura, conforme o regrado na Lei Complementar nº 64/90, a Lei das Inelegibilidades.

Vejamos de forma especificada, por cargo/função, a necessidade e o prazo para o afastamento dos pré-candidatos:

01 – Prefeitos: Se for candidato à reeleição não é necessário;se for disputar vaga de vereador, deverá pedir renúncia 06 meses antes do pleito, ou seja, (07 de Abril de 2012).

02 – Vice-prefeitos: Se não tiver substituído o titular nos 06 meses, ou seja, (07 de Abril de 2012), antes do pleito, não é necessário se afastar para se candidatar a prefeito ou vereador.

03 – Vice-governadores, Deputados Estaduais ou Federais e Vereadores: Não precisam se desincompatibilizar.

04 – Secretários Estaduais ou Municipais e Dirigentes de Autarquias, Fundações ou Empresas Públicas: Devem pedir exoneração 04 meses antes do pleito, ou seja, (07 de Junho de 2012), para disputar cargo de prefeito/vice-prefeito e 06 meses, ou seja, (07 de Abril de 2012), antes caso disputem vaga de vereador.

05 – Servidores Públicos em Geral: Os efetivos que pretendam disputar vaga para prefeito devem se desincompatibilizar do cargo 04 meses antes do pleito, ou seja, (07 de Junho de 2012); para vereador o prazo é de 03 meses, ou seja, (07 de Julho de 2012), com percepção dos vencimentos integrais; Os comissionados em geral, devem ser exonerados 03 meses antes do pleito, ou seja, (07 de Julho de 2012), sem direito a remuneração; Os dirigentes Sindicais para candidatar-se a Vereador, deverão desincompatibilizar-se 06 meses antes do pleito, ou seja, (07 de Abril de 2012) e 04 meses, ou seja, (07 de Junho de 2012), para o Prefeito; Os conselheiros tutelares que pretendam disputar os cargos de prefeito ou vereador devem deixar o cargo no prazo de 03 meses, ou seja, (07 de Julho de 2012).

06 – Dirigente de Conselho Municipal Comunitário, Associação de Moradores e Recreativas, Dirigentes Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Dirigente de Fundações ligadas a Partido Político e Presidente de Partido Político: Não precisam se afastar para concorrer a nenhum cargo eletivo;

07 – Diretor de Escola: Há necessidade de desincompatibilizar-se 03 meses antes do pleito, ou seja, (07 de Julho de 2012), com percepção dos vencimentos integrais;
Este afastamento se deve a uma preocupação da Justiça Eleitoral em igualar o processo eleitoral, empatando as condições dos candidatos e coibindo os benefícios que a máquina pública poderia lhes proporcionar. O que seria praticamente impossível se os mesmos se mantivessem em seus cargos/funções.

Fonte: Justiça Eleitoral

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Quem foi Senador Pompeu?

Senador Pompeu


Por Jâmisson Neri

Sou tarauacaense nato e tenho orgulho disso. Nasci no bairro da Praia, oficialmente denominado de Bairro Senador Pompeu e também tenho orgulho disso. Foi lá onde passei minha infância e princípio da adolescência (até os 16 anos) brincando com meu irmão e com os demais garotos da minha geração. Foi na simplicidade da rua Manoel Lourenço que eu cresci e brinquei. Foi ali na Manoel Lourenço, no bairro Senador Pompeu, que comecei a rascunhar o meu projeto de vida.

Embora eu tenha nascido e vivido até os 16 anos no bairro Senador Pompeu, eu nunca me indaguei e ninguém nunca me disse quem foi o Senador Pompeu. Que ele foi um senador isso é obvio. Mas você meu conterrâneo sabe mais sobre o Senador Pompeu? Onde nasceu? Onde viveu? Qual sua origem? Qual a sua contribuição para o nosso país?

Essa semana, lendo o blog do meu amigo Accioly, o título de uma postagem me chamou a atenção. Diz a matéria: “Senador Pompeu vence primeiro jogo da final”, postada no dia 04 de abril. Ler esse nome me fez recordar momentos da minha vida de quando morei no bairro Senador Pompeu.

Então, passei a fazer algumas pesquisas na internet para colher informações sobre o nascimento, a vida e o legado do ilustre senador e, por isso, convido você a conhecer um pouco sobre a biografia daquele que foi um arauto da educação e da política brasileira.

LEIA TODA MATÉRIA, ACESSE