sexta-feira, 8 de julho de 2011

Gosta de correr? Previna-se da tibialgia

Dor na canela é o primeiro sinal.

Gosta de correr? Previna-se da tibialgia
A tibialgia é uma dor na tíbia que aparece em atletas ou esportistas, principalmente em corredores de rua, atletas de aeróbica, bailarinas e saltadores. Também é muito comum naqueles que pisam em pronação (com as pontas dos pés abertas).

Qual a causa da tibialgia (dor na canela)?
A tibialgia é causada por forças de distensão na membrana interóssea, entre a tíbia e a fíbula.

A tibialgia não tratada corretamente vai piorando com o tempo, podendo evoluir para uma periostite (inflamação do periósteo que recobre a tíbia). Em casos mais graves, pode ser uma fratura causada por estresse.

Sintomas da tibialgia
A dor na canela é o primeiro sinal; normalmente relacionada ao impacto repetido da corrida. Piora gradualmente durante os treinos de corrida, e em alguns casos melhora quando o corpo está bem aquecido, retornando ao final do exercício. Além da dor, poderá ocorrer um edema na região.

Tratamento da tibialgia

Gosta de correr? Previna-se da tibialgia
A seguir procedimentos que fazem parte de um tratamento de tibialgia.

1. Substituir o chão duro por um piso menos rígido (trocar o asfalto pela grama, por exemplo);
2. Substituir a aeróbica de alto impacto (muitos saltos) por uma de baixo impacto.
3. Evitar treinos em terrenos com subida;
4. Usar palmilhas amortecedoras e tênis adequado para a modalidade que se pratica;
5. Usar anti-inflamatórios orais e tópicos sob orientação médica;
6. Fazer fisioterapia baseada em ultra-som, ionizações e massagens suaves;
7. Diminuir a intensidade e a freqüência dos exercícios até o desaparecimento dos sintomas.

Correr, nadar, dançar, se exercitar e se alimentar bem antes dos treinos é sinônimo de saúde! Mantenha esse hábito, mas com os devidos cuidados que devemos ter.

 Como é diagnosticada?
O médico examinará a parte inferior da perna, procurando por sensibilidade. Ele poderá querer analisar a marcha do paciente, para perceber se acontece a pronação acentuada. Ele também poderá pedir um raio-x ou uma ressonância nuclear magnética da perna para verificar se houve fratura por estresse.
Como é tratada?
Fazer compressas de gelo sobre o músculo distendido por 20 a 30 minutos, a cada 3 a 4 horas, por 2 ou 3 dias ou até que a dor desapareça.
Fazer massagem com gelo: Congelar água em um copo descartável  rasgar a parte de cima. Esfregar o gelo na área lesionada por 5 a 10 minutos, 3 vezes por semana.
Tomar medicamento antiinflamatório, prescrito pelo médico.
Usar suportes para os arcos, feitos sob medida (Orthotics) para corrigir a pronação acentuada, prescritos pelo médico.
Fazer exercícios de reabilitação.
Durante a recuperação da lesão, o esporte, realizado costumeiramente antes dela, terá que ser mudado para uma que não piore a condição. Por exemplo: Nadar ou andar de bicicleta ao invés de correr. Quando voltar a correr, usar calçados de qualidade e correr sobre superfícies macias.
Quando retornar ao esporte ou à atividade?
O objetivo da reabilitação é que o retorno ao esporte ou à atividade aconteça o mais rápido e seguramente possível. Se o retorno for precoce, existe a possibilidade de piora da lesão, que pode levar a um dano permanente.
Como cada indivíduo é diferente do outro, a velocidade de recuperação também é. Por isso, o retorno ao esporte será determinado pela recuperação da lesão da perna, não existindo um protocolo ou um tempo exato para isto acontecer. Geralmente, quanto mais rápido o médico for consultado após a lesão, mais rápida será a recuperação
Como posso evitar a dor na canela?
A dor na canela normalmente ocorre através de desgaste, por isso reiniciar a atividade gradualmente.
Utilizar calçados com amortecimento apropriado.
Correr sobre superfícies macias.
Aquecer e alongar os músculos da parte da frente da perna e a da panturrilha.

"Hábitos são mais seguros que regras; você não precisa segui-los. E você não precisa mantê-los. Eles mantém você."(Frank Crane).

0 comentários: