terça-feira, 11 de outubro de 2011

Seminário do PT em Feijó discute desenvolvimento regional e eleições 2012

O evento contou com a participação de Tião Viana e parlamentares acreanos


Perspectivas de Desenvolvimento” e “Poder Local e Eleições”. Esses foram os temas do Seminário Regional que o Partido dos Trabalhadores do Acre realizou, neste sábado (8), para lideranças, mandatários e militantes do PT de Feijó e Tarauacá.


O evento aconteceu na escola estadual José Gurgel Rabelo, em Feijó, e contou com a presença do governador Tião Viana; do presidente do PT do Acre, Leonardo de Brito; e do secretário executivo de Movimentos Sociais do partido, Manoel Lima.


Também participaram do Seminário, lideranças de Tarauacá, Dr. Rodrigo Damasceno, Edimundo Maciel, Carlinho Félix, Vereador Ezi Aragão, os presidentes do PT de Feijó e Tarauacá Manoel Leitão e Josman Neri, respectivamente, além da deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB) e dos deputados estaduais Jonas Lima (PT) e Walter Prado (PDT).

Em seu discurso, Tião Viana destacou a importância do empenho da militância da FPA nas duas cidades para garantir a consonância entre as administrações estadual e municipais. Além disso, falou dos investimentos do governo do Estado na região, como na saúde, saneamento básico, geração de emprego por meio da industrialização, a pavimentação da BR-364, a construção de pontes na estrada, entre outras ações.

Vivemos uma época de muitas oportunidades para a população de Tarauacá e Feijó, aliada a um futuro extraordinário que temos para o Acre. Por isso, a luta política na região Tarauacá/Envira precisa crescer do tamanho do futuro do nosso projeto”.

Para Leonardo de Brito, o PT existe não para a construção de carreiras políticas, mas para levar adiante um projeto que vem dando certo para o Acre. “Não estamos ou queremos o poder pelo poder, mas o poder para trazer médicos aos hospitais, para formar mais alunos nas escolas, para pavimentar mais estradas e que chegue a universidade nos nossos municípios”, defendeu o presidente estadual do partido.

A unidade da Frente Popular foi defendida durante o seminário. Os presidentes dos Diretórios Municipais do PT das duas cidades garantiram que a união dos partidos da coligação está sendo trabalhada e não será inviabilizada por disputas por espaço.

0 comentários: