terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Não desista da atividade física

Metade das pessoas desiste da academia entre o 3º e 5º mês

Metade das pessoas costumam desistir de praticar exercícios em academias, clubes, quadras, etc, entre o terceiro e o quinto mês de aula. Até o sexto mês, esse número chega a 65%.

Apenas 4% da população brasileira faz exercícios orientados nesses locais. Apesar disso, o número de academias cresce: em 2006, o país tinha 10 mil, hoje são mais de 25 mil.

Mas você não precisa estar matriculado em nada para começar a se mexer. Para incentivar você a sair do sedentarismo, queimar calorias e liberar endorfina, o preparador José Rubens D'Elia e o educador físico Mauro Guiselini deram dicas no Programa da Rede Globo - Bem Estar para escolher a melhor opção de atividade para você.

Com o impacto do exercício, os ossos sofrem microfraturas e ficam com pequenas deformações. Os músculos são forçados a trabalhar e o tecido se contrai, o que também causa pequenos traumas.

Para dar combustível aos músculos, o corpo humano transforma a glicose estocada em energia, o que diminui o nível de açúcar no sangue (glicemia). Esse processo de queima de energia faz com que a temperatura aumente. Para controlá-la, liberamos água em forma de suor.

Depois do exercício – com repouso, alimentação adequada e hidratação –, em cerca de 12 a 24 horas o corpo passa por um processo completo de recuperação. Os ossos ficam mais fortes, os músculos, mais resistentes, e o nível de água e açúcar no corpo volta ao normal. Esse processo fortalece nosso sistema de defesa.

Além dessa recuperação, o organismo ganha mais resistência e força do que tinha antes da atividade física, justamente para poder se preparar para a próxima. É como se fosse uma “supercompensação”, que faz muito bem para a saúde, mas que só funciona se os exercícios forem regulares.

Não desista da atividade física. Cuide da saúde, corpo e mente.

http://g1.globo.com/bemestar

0 comentários: